Cufuso…

Cufuso...

Talvez na verdade eu seja um poço de confusões, na verdade é assim que me sinto agora, um poço de “provavelmentes”, é provável que eu a esqueça, é provável que tudo dê certo, é provável isso, provável aquilo, mas nenhuma certeza… Quer dizer talvez uma certeza, a certeza de que estou confuso, de que sou apenas um provável apaixonado, um provável esquecedor, um provável escritor meia boca.
Eu preciso mesmo dizer que não sei, não imagino como seja tudo isso talvez toda esta complicação seja para valer a pena, talvez toda esta complicação sirva para algo, ou não, não sei sinceramente não sei, afinal sou um mero garoto, ainda imaturo no amor, escrevendo sobre um tal paixão, ou não, escrevendo sobre confusões, sobre indecisões, talvez escrevendo até mesmo sobre coisas que não iram acontecer.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s