Você me bagunça

Você me bagunça

É isso sabe, você me bagunça, tumultua minha vida, mas eu acabo gostando, sei lá, é estranho eu sei, não sei nem escrever sobre ti, encho de virgulas o texto para que não tenha pontos finais, você me bagunça mas eu gosto, você me desajeita, me enrola, me usa e joga fora, mas acho que é isso sabe, prestar-se ao papel de apaixonado é isso, sei lá todos que se prestam a esse papel passam por isso, se machucam, ficam com sorrisos escassos, mas as vezes os sorrisos aparecem ,as feridas somem, bom eu acho que é isso sabe a parte da bagunça, toda essa bagunça que tu faz comigo é a mesma organização que tu me faz, quando decide aparecer e ser perfeita, quando decide ir embora eu digo que já era, que nunca mais vou querer pensar em ti, falar contigo, mas me bagunça, me tumultua, me deixa estranho sem saber o que fazer, mas de certa forma eu gosto eu acho, afinal continuo deixando, essa bagunça rolar solta, meu coração se arruma, se sente bem, e você aparece novamente para bagunçar tudo, mas tudo bem, você me bagunça mas é bom…

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s